22 anos de Resident Evil: Acompanhe essa história


Nem dá pra acreditar! Resident Evil, nossa franquia favorita de videogames, chegou aos 22 anos ou está chegando. Dia 22 de Março é considerado o aniversário da franquia devido o primeiro jogo ser lançado em 22 de Março de 1996 para PlayStation. Lembra daquele jogo todo quadrado com gráficos lindos e cheio de sustos? Esse jogo seria responsável para criar uma história com inúmeros personagens batalhando contra o bioterrorismo no mundo. Resident Evil, também e originalmente chamado de Biohazard no Japão, trazia Chris Redfield e Jill Valentine numa mansão enorme cheia de zumbis e armas biológicas criadas, algumas acidentalmente, pela corporação farmacêutica, Umbrella. O jogador devia investigar a mansão a fim de obter mais respostas sobre os acontecimentos macabros e arrumar um jeito de sair da mansão. O sucesso do primeiro Resident Evil garantiu ao título uma continuação.


Resident Evil 2 (Biohazard 2) chegou ao mercado em 1998 e até hoje é lembrado com muito carinho pelos fãs da série. Isso porque trouxe dois personagens novos, mais sustos, mecânicas diferentes e uma história bem mais interessante. Trazia Leon S. Kennedy e Claire Redfield que chegavam em Raccoon City durante um surto biológico provocado por vírus da Umbrella. 


Já em 1999, foi lançado Resident Evil 3: Nemesis (Biohazard 3: Last Escape), antes seria um spin-off, mas acabou pegando o título de terceiro jogo da franquia numerada e o que podemos falar de RE3? Com certeza do próprio Nemesis, uma espécie de Tyrant que tenta matar a protagonista do jogo, Jill Valentine, e outros membros do S.T.A.R.S. pelo time saber a verdade obscura da Umbrella. E a trama acompanha Jill que se afilia a Carlos Oliveira que tenta sair da cidade.


Logo em 2000, foi lançado Resident Evil CODE: Veronica (Biohazard CODE: Veronica). Apesar de não ter um número após o título, é considerado da série principal e extremamente importante para a história acompanhando a trama de Claire Redfield em busca de seu irmão, Chris. Porém, Claire é pega pela Umbrella na Europa e levada para as Ilhas Rockfort onde acaba havendo outro surto biológico por causa de Albert Wesker e a moça se vê mais uma vez em uma batalha contra zumbis e armas bioquímicas. Mas além delas, ela teria que enfrentar os gêmeos Ashford que usavam o projeto "Código Veronica".


Em 2002 tivemos mais dois games da franquia, mas não seriam continuações. Um seria Resident Evil Zero (Biohazard Zero) narrando acontecimentos de um dia antes do primeiro jogo em que mostra Rebecca Chambers, membro da equipe Bravo do S.T.A.R.S. junto a Billy Coen tendo de sobreviver ao surto do T-Vírus provocado por James Marcus, um dos fundadores da Umbrella, que buscava vingança contra a própria corporação. Já o outro jogo era Resident Evil Remake (Biohazard Rebirth), um jogo que aprimorava o primeiro Resident Evil em questão de horror, cenários, gráficos e até mesmo história.


Finalmente, em 2005, temos o jogo que, apesar de dividir fãs, teve um marco significativo na história dos videogames. Resident Evil 4 (Biohazard 4) chega ao mercado revolucionando diversas mecânicas nos jogos acompanhando Leon S. Kennedy numa missão de resgatar a filha do presidente dos Estados Unidos que havia sido sequestrada por um grupo religioso da Espanha e que abusavam do uso do parasita Las Plagas.


Em 2009 temos outro game, Resident Evil 5 (Biohazard 5) que trazia Chris Redfield e Sheva Alomar, membros da BSAA, numa missão de prender um vendedor de armas biológicas, mas nisso acabam descobrindo que Jill, parceira de Chris, poderia estar viva após um acidente ocorrido em 2006 e ainda acabam se deparando com o maior inimigo da série: Albert Wesker.


Em 2012 chega Resident Evil 6 (Biohazard 6) que foi um pouco desastroso nas críticas. Trazia 4 campanhas diferentes com Leon, Chris, Jake Muller (filho de Albert Wesker) e Ada Wong. Nesse título, o bioterrorismo se torna global e toma proporções apocalípticas no mundo e o jogador deve fazer de tudo para salvar o mundo.


Em 2017, enfim, temos Resident Evil 7 biohazard (Biohazard 7 resident evil) que trás o horror de volta a franquia acompanhando Ethan Winters numa visita a casa dos Bakers em Louisiana que está a procura de sua esposa desaparecida, Mia Winters. Ethan acaba vivendo um pesadelo na mão da família insana que está infectada por um mofo de uma arma biológica chamada Eveline. A história também traz a Umbrella de volta, porém reestruturada com o objetivo de combater o bioterrorismo e com Chris Redfield dentro dela.




E lógico, temos vários outros jogos como:

Resident Evil Revelations (Biohazard Revelations): Traz Jill Valentine e Chris Redfield numa trama entre RE4 e RE5 que ocorre no Mar Mediterrâneo. A dupla deve lutar contra armas biológicas e investigar um caso que pode apontar o ressurgimento de uma companhia bioterrorista chamada Veltro.

Resident Evil Revelations 2 (Biohazard Revelations 2): Claire Redfield e Moira Burton, filha de Barry do primeiro jogo, são levadas para uma ilha isolada a fim de servirem de cobaias para um experimento de Alex Wesker. Após alguns meses, Barry segue a ilha onde tenta encontrar Moira junto a Natalia Korda, uma garota que também participou do experimento de Alex. Os eventos se passam entre RE5 e RE6.

Resident Evil: The Umbrella Chronicles (Biohazard Umbrella Chronicles): O jogo reconta os fatos principais de RE0, RE1 e RE3 na perspectiva de Albert Wesker. Além disso, adiciona novas tramas, sendo uma delas e mais importante, a Queda da Umbrella.

Resident Evil: The Darkside Chronicles (Biohazard The Darkside Chronicles): O jogo reconta os fatos de RE2 e CODE: Veronica na perspectiva de Leon que está numa missão com Jack Krauser na Floresta Amazônica investigando rumores de um suposto vírus.

Resident Evil The Mercenaries 3D (Biohazard The Mercenaries 3D): Esse jogo não-canônico seleciona diversos personagens da série para que o jogador escolha um deles e mate o máximo de inimigos que conseguir, tal como nos mini-games da série.

Resident Evil Operation Raccoon City (Biohazard Operation Raccoon City): Também não-canônico, coloca o jogador na pele de mercenários da Umbrella durante os eventos catastróficos de Raccoon City e devem seguir ordens de um supervisor.

Umbrella Corps (Biohazard: Umbrella Corps): Coloca o jogador na pele do agente 3A-7, da Umbrella, que segue a diversas localidades para coletar amostras de vírus e cumprir objetivos da Umbrella)

Entre outros jogos...

Resident Evil Survivor (Biohazard Gun Survivor)

Resident Evil Survivor 2 CODE: Veronica (Biohazard Gun Survivor 2)

Resident Evil Outbreak (Biohazard Outbreak)

Resident Evil Outbreak: File #2 (Biohazard Outbreak: File #2)

Resident Evil Dead Aim (Biohazard Dead Aim)

São mais de vinte títulos e mais de 80 milhões de unidades vendidas ao redor do mundo, fora os filmes em CG (Resident Evil Degeneração, Resident Evil Condenação e Resident Evil Vendetta) e filmes live action que contam a história de Alice Abernathy contra a Umbrella que fazem a franquia Resident Evil ser um fenômeno mundial.


E nesse dia 22 de Março, a franquia faz 22 anos, dando orgulho aos fãs que acompanham a série desde cedo ou até que jogaram poucos jogos, mas que gostam muito. É uma série totalmente diferente de qualquer outra, que contém uma história toda construtiva e harmônica, personagens extremamente carismáticos e que lógico traz muita diversão. Parabéns a Capcom e que venha somente mais Resident Evil para todos nós! Comemore o dia jogando bastante!

Comentários