Alexia Ashford


Nome: Alexia Ashford
Nascimento: 1971
Tipo Sanguíneo: Desconhecido
Altura: 1,75m
Peso: 54,3kg
Status: Morta
Primeira Aparição: Resident Evil CODE: Veronica


Alexia Ashford era uma cientista da Umbrella, filha de Alexander Ashford e irmã do louco Alfred Ashford, a garota que recriaria a visão e legado da matriarca Veronica, criadora do T-Veronica Vírus e uma das maiores vilãs que Resident Evil já conheceu.


Após a morte de um dos 3 fundadores da corporação Umbrella, Edward Ashford, seu filho Alexander tentara por tempos restaurar o respeito e o empoderamento da família que sempre obteve uma imagem boa e poderosa. Entre inúmeros planos, somente um poderia ter sucesso, um plano que ficou conhecido como "Código Veronica". Coletando material do cadáver de Veronica Ashford, Alexander isola um gene da característica principal da matriarca, a inteligência, e fecunda em um óvulo gerando gêmeos.


Os filhos gêmeos ficaram conhecidos como Alfred Ashford e Alexia Ashford. A irmã, diferente de Alfred, teria desenvolvido muito a inteligência, mostrando muito conhecimento sobre a ciência que a Umbrella procurava. Com somente 10 anos, Alexia se formou em uma universidade e foi contratada pela corporação para pesquisar sobre armas virais, se mudando até uma base localizada na Antártica e sendo uma chefe das pesquisas que aconteciam ali.


Na base da Antártica, sem muito esforço, Alexia estudou o Vírus Progenitor que serviria de base para o T-Vírus e outras armas virais que estavam sendo feitas por todas as bases na Umbrella. Entretanto, em sua pesquisa, misturou tal substância com o DNA de uma formiga rainha gerando o T-Veronica Vírus, em homenagem a matriarca da família a qual Alexia estava destinada a ser igualmente. Com poucas informações sobre o T-Veronica, Alexia começa a procurar formas de testá-lo e gerar os primeiros experimentos com sua nova obra-prima.


Não passa muito tempo e Alexia, junto a Alfred, descobrem a origem deles, que foram criados em laboratórios pelas mãos da Alexander. A maldade dominada em ambos fez com que aprisionassem o pai e fizessem dele uma cobaia do T-Veronica. O organismo de Alexander, apesar de sustentar em meia parte o vírus, faz com que o homem se torne um monstro gigante e terrivelmente perigoso. Os irmãos então escolhem prendê-lo com as mãos e corpo amarrados com correntes em uma cela escondida e ao subsolo dessa base na Antártica que gera até lendas urbanas pelos funcionários que trabalhavam por lá. Alexander, apesar de preso, estava ainda sentindo sérias dores com cada vez mais, mutações ocorrendo em seu corpo. Seus gritos de dor e desespero ecoavam pelo local e como ninguém sabia a respeito, temiam que a base era assombrada ou algum monstro residia por lá.


Em seus novos testes, Alexia decide se usá-la como cobaia para o T-Veronica. Ela, então, forja a morte dela quando na verdade se infecta com o vírus e fica em sono criogênico a fim do vírus lentamente relacionar-se com seu genótipo da melhor forma possível. Alfred a libertaria apenas após 15 anos e durante esse tempo, além dele lamentar a suposta morte da irmã aos outros (quando ele sabia o que estava acontecendo), foi nomeado como o líder da família Ashford se mudando para a Ilha Rockfort e tomando controle total do local.


No final de dezembro de 1998, a Ilha Rockforte sofre um ataque com o T-Vírus a comando de Albert Wesker, um ex-funcionário da Umbrella que tinha a intenção de acabar com a corporação com suas próprias mãos usando pesquisas e armas virais da própria empresa. O local é dominado por zumbis e armas biológicas se tornado um verdadeiro caos. No mesmo dia do ataque, uma prisioneira teria chegado a ilha após invadir uma base da Umbrella em Paris em procura de seu irmão mais velho desaparecido. A jovem universitária Claire Redfield junto a Steve Burnside começam a ser pesquigos por Alfred que jurava serem os responsáveis pelo vazamento do T-Vírus na região.


Claire, durante investigações, chega a ver Alexia em um castelo residente aos Ashford. O que ela e Steve não esperavam era que a tal Alexia, era somente Alfred se vestindo como a irmã. Isso porque após a moça dormir com o T-Veronica e ficar desacordada por 15 anos perturbou a mente do irmão que era fascinado por ela e dominado por inúmeros sentimentos ruins, o líder da família Ashford assumia duas indentidades, a dele e de Alexia, se vestindo como ela e falando sozinho como forma de se aproximar um pouco da irmã novamente. Com zumbis em toda parte e Claire e Steve fora de controle, Alfred aciona a auto-destruição da base.


Claire e Steve arrumam uma forma de sair da ilha antes que destroços caíssem sob suas cabeças. Eles encontram um avião e conseguem partir da ilha. A primeira tentativa de Alfred de impedir a dupla foi enviar um Tyrant para o automóvel que acaba sendo derrotado pela jovem universitária já experiente com os acontecimentos de Raccoon City. A segunda é controlar o sistema de piloto automático do avião da Umbrella e os enviar para a base da Antártica onde Alexia estava desacordada. A dupla, na base, tenta acionar um trator para quebrar paredes e fugir da base antes que o pior acontecesse. Antes de acionarem o trator, se deparam com Alfred que sai derrotado e ferido na batalha.


Ao ser derrotado e com apenas minutos sobrando de sua vida, Alfred liberta Alexander, já conhecido como Nosferatu para ir atrás de Claire e Steve. Além disso, ele caminha lentamente até Alexia e acorda a irmã. O moça sai de seu sono criogênico e presencia Alfred tentando alcançá-la e falar com a irmã uma última vez, mas o irmão acaba morrendo aos pés dela. Tomada pela fúria, Alexia presencia a batalha de Claire Redfield contra Nosferatu e sua vitória, mas não por muito tempo. Com seu organismo tendo sucesso com o T-Veronica, ela controla uma espécie de tentáculos pela base da Umbrella e pega tanto Claire quanto Steve. Ela mantém Claire apenas desacordada em uma Mansão ao lado da base, mas Steve mantém preso a uma cela e o garoto acaba sendo infectado pelo T-Veronica.


Com sorte, o irmão desaparecido de Claire, sobrevivente do Incidente da Mansão Spencer e membro do S.T.A.R.S, um serviço especial da polícia de Raccoon City, o famoso Chris Redfield, chega a Ilha Rockfort ao receber um email de Leon S. Kennedy sobre Claire em apuros. Chris estaria na Europa investigando a Umbrella por conta própria a fim de acabar com a empresa que infernizou sua vida após os ocorridos nas Montanhas Arklay. Ao chegar na ilha, Chris reencontra com seu arqui-inimigo Albert Wesker que também tinha uma fúria muito grande por usar ele, Jill e os demais S.T.A.R.S. como forma de experimento para coletar dados das armas biológicas do T-Vírus na Mansão Spencer. Mas o verdadeiro propósito de Wesker na Ilha era de obter uma amostra do T-Veronica de Alexia. Por isso, em um combate, Wesker larga de vez Chris para ir atrás de Alexia.


Como Chris não tinha tempo para gastar, ao ter acesso a um avião ele se direciona para a base na Antártica sabendo sobre a situação preocupante de sua irmã mais nova. Chegando lá, ele enfrenta mais armas biológicas e consegue salvar Claire. Quando a irmã acorda, logicamente, fica aliviada e feliz de ter encontrado o irmão, mas se preocupa com Steve. Os irmãos Redfield vão tentar salvar Steve, mas um tentáculo de Alexia separa os dois. Claire corre então para salvar o parceiro enquanto Chris permanece do hall da Mansão Ashford presenciando um encontro entre Wesker e Alexia. No lado de Claire, ela não consegue salvar Steve que vira uma arma biológica do T-Veronica e morre logo em seguida. Já no lado de Chris, ele vê que Wesker tenta negociar com Alexia uma amostra do T-Veronica, mas a mulher trava uma pequena batalha com ele. Vendo não ter chances de sobreviver a poderosa Alexia, Wesker deixa Chris sozinho com a mulher. Com sorte, Chris consegue vencer e segue em frente.


Mas não seria tão fácil matar Alexia. Chris aciona o sistema de autodestruição da base e se reencontra com Claire. Prontos para darem o fora daquele lugar, Alexia os surpreende e se torna um monstro gigante com diversas mutações do T-Veronica ocorrendo em seu organismo devido aos danos que Chris deu em seu corpo. Na batalha contra Alexia, Chris usa a Linear Launcher, uma arma desenvolvida por Alexander caso Alexia saísse de controle. E ela foi bem útil, pois com a poderosa arma, Chris consegue matar Alexia de uma vez por todas e sair da base da Umbrella junto a Claire antes do sistema de autodestruição chegar ao fim de sua contagem.

Comentários