Brandon Bailey

Nome: Brandon Bailey
Nascimento: Desconhecido
Tipo Sanguíneo: Desconhecido
Altura: Desconhecido
Peso: Desconhecido
Status: Morto
Primeira Aparição: Resident Evil 5 (mencionado em arquivos)


Brandon Bailey foi o diretor executivo do Centro de Pesquisas da Umbrella na África e um dos pesquisadores da corporação que estudou o Progenitor Vírus.


Durante a década de 1960, a Umbrella criou um complexo de laboratórios para pesquisar e estudar o vírus Progenitor, encontrado em flores nomeadas como "Escadaria ao Sol". Brandon foi o chefe dessas pesquisas e consequentemente, o diretor deste centro de pesquisas. Ele trabalhou junto com James Marcus ao estudar sobre o Progenitor.


Quando Marcus volta para Raccoon City, Brandon foi o responsável pelas negociações de exportação das flores até Raccoon a fim de que Marcus conseguisse realizar experimentos com o Progenitor na cidade controlada pela Umbrella. Entretanto, após a morte de Marcus, quando Albert Wesker e William Birkin assumiram as pesquisas do T-Vírus e consequentemente, tiveram acesso aos dados do Progenitor, o Centro de Pesquisas na África acabou sendo afetado e aos anos, menos atividades iam sendo realizadas ali. Até que algo pior ainda aconteceu, o T-Vírus foi vazado e culminou no histórico Incidente em Raccoon City. Após esse evento histórico, o Centro de Pesquisas da Umbrella na África foi fechado deixando Brandon sem um trabalho por algum tempo.


Mas não demorou muito para que um dos fundadores da Umbrella, Ozwell E. Spencer ordenasse que ele e mais uma lista de funcionários da Umbrella fossem executados. Brandon acabou morto com o intuito de abafar quaisquer informações sobre as atividades ilegais com o Progenitor no território africano.

Comentários