Mother Miranda



Nome: Miranda / Mother Miranda / Mãe Miranda
Nascimento: Desconhecido
Tipo Sanguíneo: Desconhecido
Altura: Desconhecido
Peso: Desconhecido
Status: Morta
Primeira Aparição: Resident Evil Village


A Mãe Miranda é uma cientista e líder de um isolado vilarejo localizado no leste-europeu.


Ainda quando morava no vilarejo e durante o período da Gripe Espanhola no começo do século XX, Miranda perdeu sua filha, Eva, e não conseguiu superar a dor do luto. Enquanto caminhava sem rumo pelas cavernas do vilarejo, Miranda se deparou com um superorganismo natural abaixo da vila, o Megamiceto. Esse, capaz de produzir o mofo, chamado de mutamiceto.


Ao se deparar com esse organismo natural, Miranda se infectou com o mutamiceto e acabou desenvolvendo diversas habilidades, principalmente de regeneração, conforme o tempo passava. A mulher decidiu se dedicar para estudar o Megamiceto e teve descobertas fascinantes, uma delas sendo o fato de que o Megamiceto armazena a consciência dos falecidos pela área. Com isso em mente, Miranda começou a procurar uma forma de trazer Eva de volta a vida. Paralelamente a isso, fez diversos experimentos com o mofo, infectando toda a comunidade do vilarejo e acabou sendo considerada como Mãe Miranda, uma espécie de divindade aos moradores.


Por volta da década de 1940, Miranda criou o Parasita Cadou para aumentar a eficiência das pesquisas por alguém que se encaixasse perfeitamente no perfil desejado a fim de receber a consciência de Eva. Uma série de experimentos aconteceram com o Cadou e resultaram em diversos monstros, com exceção de quatro espécimes: Alcina Dimitrescu, Donna Beneviento, Salvatore Moreau e Karl Heisenberg. Apesar de todos terem mostrado uma boa eficiência com o Cadou, Miranda concluiu que nenhum deles serviria para receber Eva.


Ao longo dos próximos anos, esses 4 espécimes se tornaram lordes do vilarejo e passaram a servir Miranda. A Mãe deu presentes para cada um de seus falsos filhos e os reunia para tomar decisões importantes na política do vilarejo. Ela também evitava ao máximo de que notícias do mundo chegassem ao local. Por essa razão, o vilarejo ficou como se tivesse parado no tempo.


Por volta da década de 1960, Miranda recebeu em sua vila, Ozwell E. Spencer, quem acabou se tornando seu aluno. Spencer, fascinado com as pesquisas de Miranda, se inspirou em seus projetos e no símbolo do Cálice do Gigante, visto em cavernas da vila, para fundar a Corporação Umbrella ao final da década de 1960, logo quando ele descobriu a existência do Progenitor Vírus em flores africanas.


Por volta do final da década de 1990 e começo dos anos 2000, Miranda foi contatada pela Conexões, uma organização secreta criminosa fundada por Brandon Bailey, interessados em adquirir amostras do mutamiceto e auxiliar Miranda em seu objetivo de trazer Eva de volta. A cientista entregou amostras do DNA de Eva e do mutamiceto, e trabalhou junto com a empresa. Depois de defeituosas séries de experimentos, finalmente chegaram na série E, onde o primeiro espécime, batizado como Eveline, mostrou-se capaz de expurgar o mutamiceto de seu próprio corpo, mas ainda assim, não era como Eva.


Em 2014, a BSAA (Aliança de Avaliação e Segurança em Bioterrorismo) obteve vestígios sobre Eveline. Para protegerem Eveline da ameaça, a Conexões ordenou que a garota fosse transportada até a América Central por Alan Douglas e Mia Winters. Mas no percurso, Eveline destruiu o navio que acabou naufragando na costa da cidade de Dulvey, em Louisiana. Mia e Eveline foram encontradas por Jack Baker e levadas para a fazenda da família Baker, o que resultou na infecção de todos os membros, no desaparecimento de Mia e em diversas mortes.


Somente em julho de 2017 que Ethan Winters, marido de Mia, foi até o local para encontrá-la e conseguiu colocar um fim em Eveline. O evento ficou conhecido como Incidente Baker e Miranda já havia considerado Eveline como um fracasso ao saber que a menina, por uma falha em seus cromossomos, envelhecia rápido demais. Mas filiar-se a empresa não foi perda de tempo, pois Miranda soube que Ethan e Mia tiveram uma filha em agosto de 2020, e logo Miranda viu que a pequena Rosemary Winters seria perfeita para receber a consciência de Eva.


Em fevereiro de 2021, Miranda assume a forma de Mia e se infiltra na casa dos Winters. Tudo estava indo bem até que Chris Redfield aparece no local atirando contra Miranda e levando tanto Rose como Ethan. Mas no meio do caminho, Miranda ataca a viatura e sequestra Rose. Ela leva a bebê até a igreja da caverna, onde transforma Rose em um cristal e a reparte entre os 4 lordes, cada um ficando com um frasco. Não demora muito para Ethan chegar ao vilarejo a procura de sua filha e ser testado por Miranda.


Depois de Ethan conseguir adquirir os 4 frascos e os colocar no Cálice do Gigante, o rapaz trava uma batalha contra Heisenberg, quem planejava usar seu exército para derrotar Miranda. Após eliminar o último lorde, Miranda aparece no local da batalha revelando seu plano e assassinando o pai de Rose. Entretanto, ela não esperava de que Ethan voltaria pelas ações do mutamiceto em seu organismo. Quando Miranda traz Rose de volta do mofo, Ethan aparece e a confronta.


Miranda é derrotada por Ethan e sua consciência é levada ao Megamiceto. Furiosa, ela toma controle do Megamiceto para matar Ethan, Rose e Chris. Ethan deixa Rose com o parceiro, pedindo para cuidar da menina e sair do vilarejo. Enquanto Chris, Rose, Mia e o time de elite Lobo de Caça saem do vilarejo, Ethan se sacrifica acionando a bomba plantada no Megamiceto que destrói boa parte da vila.