Polly Burton


Nome: Polly Burton
Nascimento: Desconhecido
Tipo Sanguíneo: Desconhecido
Altura: Desconhecido
Peso: Desconhecido
Status: Viva
Primeira Aparição: Resident Evil (1996) [Mencionada apenas]


Polly Burton é a filha mais nova de Barry Burton.


Os primeiros anos de sua infância foram em Raccoon City ao lado de sua família: Barry Burton (pai), Kathy Burton (mãe) e irmã mais velha, Moira Burton. Em julho de 1998, sua família sofre uma suposta ameaça de Albert Wesker, tratando-se na verdade de um plano do capitão dos S.T.A.R.S. para persuadir Barry durante o Incidente na Mansão. Felizmente, a ameaça era falsa e isso permitiu que Barry voltasse ao lado de seus colegas, em especial de Jill Valentine, para combater Wesker e as diversas armas biológicas da Umbrella dentro do Complexo de Laboratórios de Arklay.


Após o Incidente na Mansão, Barry e os demais S.T.A.R.S. sobreviventes tentam alertar a população de Raccoon sobre a verdade obscura que a Umbrella guardava. Entretanto, o chefe de polícia, Brian Irons arquiva o caso e coloca os S.T.A.R.S. como mentirosos. Nisso, Barry decide se mudar para o Canadá junto a sua família, onde ajudaria Jill e Chris Redfield, a distância, investigando a Umbrella.


Anos se passam, a Umbrella é destruída em 2003, mas o bioterrorismo torna-se um perigo global. Barry é afiliado a BSAA (Aliança de Avaliação e Segurança de Bioterrorismo) e em uma determinada época, o pai de família esquece de trancar seu armário de armas. Moira e Polly, brincando na casa, acabam pegando as armas e, por acidente, Moira atira em Polly. A garota sobrevive, mas isso acaba desenvolvendo um trauma para Moira e a afasta muito do pai.


Apesar da confusão, Polly continua tendo um bom relacionamento com a família, especialmente depois que Moira supera seus traumas durante um experimento de Alex Wesker que ela serve de cobaia e Barry a resgata. É após este acontecimento, também, que a família Burton recebe um novo membro: Natalia Korda, uma menina que Barry ajuda na Ilha Sejm. Mal sabiam eles que a pequena Natalia despertava aos poucos, a consciência da doutora Alex.

Comentários