Alex Wesker

Alex Wesker

Nome: Alex Wesker
Nascimento: 1960
Tipo Sanguíneo: Desconhecido
Altura: 1,77m
Peso: 54kg
Status: Viva (no corpo de Natalia Korda)
Primeira Aparição: Resident Evil Revelations 2


Alex Wesker é a irmã do maior vilão da franquia Resident Evil, Albert Wesker. Assim como Albert, Alex é uma das Wesker Children no Projeto W que consistia em selecionar crianças que seriam treinadas e expostas ao vírus Progenitor. Elas se desenvolveriam como seres humanos superiores, seriam mais fortes e inteligentes e assim estariam sempre a comando de Ozwell E. Spencer, um dos criadores da Umbrella. O grande intuito de Spencer no Projeto W era de que os Weskers, iriam algum dia, encontrar a chave da imortalidade.


Porém, das 13 crianças selecionadas, apenas duas sobreviveram: Albert e Alex. O irmão de Alex desenvolveu-se bastante na Umbrella e tornou-se um grande pesquisador. Mas em julho de 1998, Albert utiliza dados de batalha das armas biológicas do T-Vírus no Complexo de Laboratórios em Arklay para se vender a uma corporação rival a Umbrella. Com a saída de Albert, Spencer depositou toda a sua esperança da utopia em Alex.


Em 1998, Alex lidera, ao lado de Daniel Fabron, uma série de experimentos com jovens de Raccoon City na esperança de conseguir achar a reposta para a imortalidade. Sem muito êxito, a mulher se muda para a ilha Sonido de Tortuga e se aprofunda nos estudos. Mas, bem inspirada pelas obras obscuras de Franz Kafka, a doutora logo percebe que sua criação tinha um motivo "ridículo". Era de servir a um velho como Spencer, que segundo ela, não merecia o poder da imortalidade e nem tinha o direito de ser um deus. Repudiando toda a utopia de Spencer, Alex decide se utilizar dos recursos da Umbrella para si mesma.


A doutora viaja até a Ilha Sejm (também chamada de Ilha Zabytij), onde chega oferecendo empregos e melhores condições de vida para a população. Inicialmente, ela é vista como uma salvadora para a ilha. Mas paralelamente a tantas ofertas da esplêndida Alex, a doutora, junto a sua equipe de pesquisadores desenvolviam o T-Phobos Vírus, uma variação do T-Vírus que era ativado nos organismos pela liberação de noradrenalina em situações de medo e desespero.


Alex também desenvolve uma filosofia inspirada pelas obras de Kafka. Segundo ela, o medo é o principal motivador do ser humano, é o que dá movimento a vida. Aqueles que controlam o medo, controlam a vida em si. E para atingir a imortalidade, sua consciência precisava ser transferida para outro corpo. Por isso, Alex investe em aperfeiçoar o T-Phobos para conseguir encontrar a pessoa perfeita que receberia sua mente.


Entre 2008 e 2010, diversos experimentos são feitos e Alex utiliza os próprios habitantes da ilha como cobaias. Os hospedeiros do T-Phobos são expostos a intensas torturas e consequentemente, são criados muitos Afflicted. Todos eles, homens que sucumbiram a loucura a partir das dolorosas sessões e pelas mutações do T-Phobos. São criaturas insanas e que levam em suas aparências as marcas de suas torturas. É possível ver seus corpos cheios de manchas de sangue, buracos de carne, sinais de amarras e algemas em seus pulsos e tornozelos, arames espalhados pelo tronco e cabeça, entre outros. 


Em 2010, Alex, junto aos pesquisadores, conseguem diminuir a letalidade do T-Vírus contido no T-Phobos. Isso resulta em uma taxa com menos de 2% de chance dos hospedeiros produzirem anticorpos. Com o T-Phobos alcançando os resultados ideiais, Alex passa a estudar e fazer experimentos com o vírus Uroboros, criado por Albert a partir do Progenitor Vírus e de anticorpos do T-Vírus extraídos do corpo de Jill Valentine.


Em 2011, Alex realiza um acordo com Neil Fisher, líder da Terra Save, que estava interessado em adquirir uma amostra do Uroboros. Feito o acordo, Neil seleciona vários candidatos a potencial de vencerem o medo para que, pelo menos um deles, fosse perfeito e recebesse a mente de Alex. Na lista de Neil, estão:

5. (desconhecido)
8. (desconhecido)
10. (desconhecido)


Durante uma confraternização da Terra Save, paramilitares a comando de Alex, invadem o local e capturam os candidatos da lista. Claire, Moira e Gina acordam em uma prisão antiga da ilha enquanto Gabe, Pedro e Edward acordam em uma floresta. Todos foram infectados pelo T-Phobos e usam o bracelete que muda de cor em resposta a liberação de noradrenalina e adrenalina. Alex permanece mantendo contato e "guiando" suas "cobaias" pelo experimento, sendo conhecida pelo grupo como "A Supervisora". Mas não demora muito para Alex saber quem seria a pessoa perfeita para receber sua consciência: Natalia Korda.


A pequena Natalia era uma sobrevivente ao Pânico em Terragrigia, ocorrido em 2004. Ela presenciou a morte de seus pais bem a sua frente e foi resgatada por Neil. Além disso, enquanto a cidade era destruída pelo satélite Regia Solis, Natalia admirou a cena que viu, pois mesmo rodeada de tantas mortes e desespero, a menina se encantou pelo brilho intenso dos raios ultravioleta afundando Terragrigia. Segundo o leal parceiro de Alex, Stuart, o trauma que Natalia presenciou em Terragrigia capacitou a garota de ser imune ao medo.


Com uma aparência bonita, idade jovem e um psicológico forte, Natalia era perfeita para os planos de Alex. A menina é isolada por Neil, assim completando a missão que lhe foi designada. Quando o líder da Terra Save vai pedir a amostra do Uroboros, conforme negociaram, Alex o infecta com o vírus. A doutora sabia que Neil era um seguidor de Morgan Lansdale, esse sendo o ex-diretor da FBC (Comissão Federal contra o Bioterrorismo). E foi Lansdale quem vendeu o T-Abyss Vírus para a organização Il Veltro, causando o Pânico em Terragrigia e fazendo com que o mundo, mais especificamente, a ONU vissem o perigo que o bioterrorismo representava para o mundo após o fim da Umbrella em 2003, e a importância da FBC para proteger a sociedade.


Antes da verdade sobre Terragrigia ser revelada, a FBC recebeu um grande financiamento da ONU e reconhecimento da população. Mas os agentes da BSAA, Chris Redfield e Jill Valentine, foram quem entregaram Lansdale. Neil acreditava que a FBC deveria ser reestabelecida e que Morgan havia causado o Pânico em Terragrigia, por isso, ele usaria o Uroboros para causar novos desastres, bem como uma vacina, e provaria que Lansdale estava certo. Mas ele subestimou demais a inteligência de Alex. Neil sofre mutações do T-Vírus contido no T-Phobos e do Uroboros, tornando-se em um monstro que é derrotado por Claire e Moira.


Posteriormente, Claire e Moira dão de cara com Alex, mas já era tarde demais. A doutora já colocara Natalia em soro criogênico, dando início a transferência de mentes. Quando Claire e Moira a abordam, Alex atira em si mesma, acreditando que seu corpo teria chegado ao fim e que em 6 meses ela acordaria novamente, mas com o corpo de Natalia. Entretanto, no momento em que Alex puxou o gatilho, ela sentiu medo. No momento de sua morte, o T-Phobos foi ativado e a mulher voltou a vida sofrendo diversas mutações e transformando-se em um monstro, vagando pela ilha a procura de Natalia.


Seis meses se passam e Natalia acorda do sono profundo. A menina sofre alucinações vendo uma cópia de si, nomeada como "Dark Natalia". Essa cópia de Natalia era a presença da consciência de Alex em sua mente. A entidade de Alex encoraja Natalia a caminhar pela ilha a procura de Lottie, sua ursinha de pelúcia, que ganhou de Neil após o Pânico em Terragrigia. Esperando que a garota fosse surpreendida pelas armas biológicas no local para ficar com medo e permitir que Alex assumisse o controle de seu corpo, Natalia chega até a costa da ilha ilesa e com controle total de sua mente. É na costa da ilha que Natalia encontra Barry Burton, pai de Moira que procurava pela filha desaparecida.


Quando Natalia e Barry se encontram com Alex, a mulher em forma de monstro tenta matar a garota de diversas formas. Em um confronto, Barry é atordoado por Alex e fica a sós com Natalia. Na tentativa de matá-la, Alex se surpreende quando vê, bem ao fundo do olho de Natalia, que seu plano havia dado certo e que uma parte de sua consciência estava dentro da mente da menina. É ali que Alex Monstro, dominada pela angústia e pelo seu organismo perturbado com o T-Phobos, percebe que existem duas Alexs no mundo. A partir disso, ela fica chamando Natalia de "a falsa".


A última jogada de Alex Monstro é se infectar com o Uroboros e tornar-se um monstro ainda maior. Nessa batalha, Barry e Natalia são salvos por Moira e Claire. Moira havia sobrevivido ao experimento 6 meses atrás, quanto a Claire, a agente da Terra Save aparece de surpresa na ilha para por um fim no pesadelo e salvar tanto Barry quanto Moira. Juntos, eles conseguem matar Alex Monstro com um lança-foguetes. Acreditando que tudo havia acabado, Barry adota Natalia e a menina passa a viver com a família Burton no Canadá.


Dois anos depois, tudo parecia estar bem. Porém, nenhum deles tinha noção do que Natalia realmente era. Dia pós dia, a menina apresentava gestos parecidos com os de Alex e lia obras de Franz Kafka. A consciência de Alex Wesker despertava em Natalia, indicando que a doutora havia obtido êxito em seu experimento de transferência de mentes. Atualmente, Alex está viva no corpo de Natalia.



Comentários